Últimas

Isidro de Brito – À conversa com o senhor Miss Portuguesa

março 2016
Isidro de Brito é dono de um currículo invejável à frente de vários projetos nacionais e internacionais, muitos deles em organizações sem fins lucrativos e dedicados ao apoio familiar e social, como por exemplo a ANJAF – Associação Nacional para a Acção Familiar que preside há cerca de 27 anos e que tem como objectivos a intervenção a realização de actividades que contribuam para promover a integração sócio-profissional e o desenvolvimento sócio-cultural dos jovens em particular, e de todos os grupos expostos ou em situação de exclusão, com vista à promoção de coesão do tecido social.
A lista seria certamente longa, mas Isidro de Brito destacou-se recentemente como Presidente da MMRP, empresa responsável pelo evento Miss Portuguesa, que nos últimos anos tem somado sucessos levando este evento de celebração da beleza nacional aos quatro cantos do mundo, mais concretemente aos países com representatividade portuguesa.
Em véspera de estreia em terras canadianas, evento que procurará eleger uma candidata de nacionalidade portuguesa a residir no Canadá, a Revista Amar esteve à conversa com o senhor Miss Portuguesa.

Revista Amar – Isidro fale-nos sobre o que é a Miss Portuguesa?
Isidro de Brito – “O Miss Portuguesa é o maior e mais prestigiado concurso de beleza português que dá seguimento ao antigo Miss Portugal, elegendo as representantes nacionais para os mais prestigiados concursos internacionais de onde destacamos o Miss Mundo, Miss Universo, Miss Internacional, Miss Supranacional e Miss Grand International.”

RA – Anteriormente existia a Miss Portugal, qual a razão da mudança de nome?
Isidro de Brito – “Embora o Miss Portugal tenha deixado de se realizar no início dos anos 2000, a patente do nome continua ativa, pelo que foi necessário registar novo nome e naturalmente surgiu o Miss Portuguesa.”

RA – Quando foi implementada a Miss Portuguesa?
Isidro de Brito – “O Miss Portuguesa foi iniciado em 2011.”

RA – Qual tem sido a resposta dos Portugueses a esta nova versão da Miss Portuguesa?
Isidro de Brito – “Tem sido muito positiva, embora não tão rápida como gostaríamos. Os tempos que vivemos são muito diferentes dos tempos do Miss Portugal, quer na mentalidade da jovens, quer no que diz respeito aos meios de comunicação social, e a inexistência de um concurso nacional de beleza durante uma década claro que dificultou o arranque. “

RA – O Canada foi um dos países escolhidos para receber a Miss Portuguesa! Temos conhecimento que outros países também estão envolvidos. A nossa pergunta é, de que forma é que o Canadá e os outros países vão contribuir para a Miss Portuguesa, em Portugal?
Isidro de Brito – “O Miss Portuguesa é uma concurso cujo requisito essencial é que a jovem tenha NACIONALIDADE portuguesa, pelo que temos de dar oportunidade a todas as nossas jovens da diáspora, isso enriquece o concurso e faz também aumentar a ligação entre a novas gerações das jovens que vivem fora de Portugal.”

RA – A Patrícia Fino é a pessoa que organiza a Miss Portuguesa Canada. Quer-nos falar sobre esta parceria?
Isidro de Brito – “Ao fazermos o concurso em países com forte representação da comunidade portuguesa, temos de ter os mesmos requisitos que aplicados em Portugal. É um processo que se exige de grande seriedade e profissionalismo, pois estamos a trabalhar com o sonho das jovens e futuras representantes nacionais nos maiores concursos internacionais de beleza. A eleita Miss Portuguesa Canada terá acesso direto à final do Miss Portuguesa pelo que nas várias reuniões tidas com a Patrícia Fino e discussões sobre o projeto e condições de implantação e envolvimento da comunidade portuguesa no concurso levou a que fosse nomeada a nossa representante no Canadá.”

RA – Este evento terá um impacto nacional como também mundial. Presume-se que os custos são elevados. Como são cobertos?
Isidro de Brito – “Sem dúvida que um concurso desta natureza envolve bastantes custos, sendo que estes são cobertos com patrocínios. No fundo podemos dizer que quanto maior for o nível de patrocínios mais condições poderemos ter para a realização do concurso e mais condições podemos dar na preparação das nossas eleitas.”

março 2016

RA – Qual é o grande objetivo da Miss Portuguesa?
Isidro de Brito – “O grande objetivo do concurso é eleger as portuguesas mais preparadas para representar Portugal a nível internacional, sabendo que a concorrência é bastante grande. Queremos ter vencedoras nos principais concursos de beleza internacionais no futuro próximo.”

RA – Depois de eleita a Miss Portuguesa Canada, o que pode esperar a vencedora?
Isidro de Brito – “A vencedora do Miss Portuguesa Canada desde logo adquire um novo objetivo mas também, uma nova responsabilidade. O objetivo é vir para a final e lutar pelo título máximo nacional: O Miss Portuguesa, que lhe dará entrada na final do Miss Mundo. A responsabilidade é que durante o seu mandato como Miss Portuguesa Canada deve estar junto da Comunidade e suas instituições e eventos sempre coordenada pela Patrícia Fino.”

RA – A Patrícia Fino falou-nos que os critérios de seleção para Miss Portuguesa Canada são muito rigorosos e devem ser respeitados na íntegra. Quer-nos falar um pouco sobre estes requisitos de participação?
Isidro de Brito – “Quando estamos a falar de uma Miss estamos a falar de uma pessoa que será um exemplo pela sua postura, responsabilidade, simpatia, forma de estar e trabalho na valorização da cultura portuguesa, e será um fator de grande união na nossa comunidade, pelo que o seu comportamento deve ser exemplar. Os requisitos que seguimos são os requisitos que recebemos dos concursos internacionais, em particular do Miss World.”

RA – A beleza continua a ser o ponto máximo do concurso? Ou a Causa é primordial?
Isidro de Brito – “Se tratamos de um concurso de beleza, a Beleza tem de estar presente. No entanto, falamos mais do que a beleza física, esta deve ser uma das componentes mas não a única. O que se procura é uma jovem que para além de beleza exterior tenha um conjunto de condições que fazem dela um exemplo a seguir. Para terem a noção sobre a avaliação que leva à eleição da Miss Portuguesa aqui ficam algumas dessas áreas: Beleza de rosto, harmonia de corpo, comportamento, talento, conhecimentos gerais e argumentação, envolvimento em causas sociais, vida saudável, entre outros.”

[…] A Revista Amar deseja muito sucesso à Miss Portuguesa, agredecendo desde já a amabilidade do Isidro de Brito para estar à conversa “connosco” e satisfazer a nossa curiosidade sobre este evento que representa a mulher portuguesa, os nossos costumes, tradições e Portugal no Mundo.

1,010 total views, 2 views today