HistóriaPortugal

Porto

 

1

O Porto é a segunda cidade e o terceiro município mais populoso de Portugal. Situa-se na região Norte e é também cidade Distrito, do Porto. Tem uma população de 237 591 habitantes, sendo subdividido em sete freguesias.
É a cidade que deu o nome a Portugal – desde muito cedo (c. 200 a.C.), quando se designava de Portus Cale, vindo mais tarde a tornar-se a capital do Condado Portucalense, de onde se formou Portugal. É ainda uma cidade conhecida mundialmente pelo seu vinho, pelas suas pontes e arquitetura contemporânea e antiga, o seu centro histórico, classificado como Património Mundial pela UNESCO, pela qualidade dos seus restaurantes e pela sua gastronomia, pela sua principal equipa de futebol, o Futebol Clube do Porto, pela sua principal universidade pública: a Universidade do Porto, colocada entre as 200 melhores universidades do Mundo e entre as 100 melhores universidades da Europa, bem como pela qualidade dos seus centros hospitalares.
O Porto, em conjunto com os concelhos vizinhos de Vila Nova de Gaia e de Matosinhos, forma a Frente Atlântica do Porto, que constitui o núcleo populacional mais urbanizado da Área Metropolitana, situado no litoral, delimitado, a oeste, pelo Oceano Atlântico, com a influência estrutural do estuário do Rio Douro, que une Gaia ao Porto.2
Eu diria que o Porto é uma cidade carregada de romantismo e ao mesmo tempo melancolia, no sentido de profundidade de sentimentos, no sentido artístico e poético da visita, pois todos os monumentos, as ruas, as pontes, e a arquitetura contam uma história que se poderá facilmente poetizar através de passeios, roteiros, cruzeiros no Douro ou simplesmente uma pequena estada para um “cimbalino” no Majestic Café.

 

Não deixe de cruzar a Ponte D. Luís, vá a pé, vá parando e fotografando, e registe as cores das casas da Ribeira como se de pinceladas em tela se tratassem…
No Cais da Ribeira, pode assistir a um “remake” do “Aniki Bóbó” filme de Manuel de Oliveira em que as crianças pobres se banhavam no Rio Douro. Atualmente chamam-lhes “Os Meninos do Rio” e são uma verdadeira atração turística, mergulham pelo espetáculo, pelos aplausos e “quiçá” por uns trocos.
A Centenária Livraria Lello, considerada pela estação de televisão americana CNN, a mais bonita e “cool” do mundo, recebe cerca de 2000 pessoas por dia, faça parte deste grupo de visitantes e conheça esta obra neo-gótica. Uma curiosidade, o espaço serviu de inspiração à autora inglesa J. K. Rowling para a saga do feiticeiro Harry Potter, mas nenhum filme foi ali rodado.
A Rua de St.ª Catarina, apresenta vários pontos de interesse, como as fachadas arte nova de alguns estabelecimentos, como o Grande Hotel do Porto, onde Eça de Queirós era hospede habitual, o centro comercial Via Catarina que manteve a fachada da sede do jornal portuense Primeiro de Janeiro, e ainda a Capela das Almas, revestida por azulejos da Cerâmica Viúva Lamego, e na fachada principal existe também um vitral que representa as almas.
Mercado do Bom Sucesso, nunca o passado se enquadrou tão bem na moda, desde a praça com legumes, frutas e peixes frescos, às flores, à gastronomia portuguesa e terminando no vinho, aqui encontra de tudo e para todos os palatos.
Em junho de 2013, o Mercado do Bom Sucesso reabre ao público depois de um ambicioso projeto arquitetónico, em que até um Hotel incorpora, o Hotel da Música, um investimento de 8 milhões de euros do grupo Hoti Hotéis, que conta com 85 quartos, o restaurante Bom Sucesso Gourmet – onde, para além da ementa habitual, o chefe confeciona o que os clientes comprarem no mercado! Adoro o conceito!
Se estiver mais perto do Mercado do Bolhão, vá a este e não se arrependerá, é um dos mais pitorescos mercados do género em Portugal.
Fundação Serralves, situada no Parque de Serralves, na cidade Invicta, tem a Casa de Serralves e o Museu de Arte Contemporânea de Serralves não deixe de dar um passeio pelos belos jardins de Serralves e visitar o Museu, deixe-se surpreender por este tão emblemático espaço.
Palácio de Cristal, demolido em 1951 e mais tarde reconstruído, foi inaugurado como Pavilhão dos Desportos ou Rosa Mota, o Palácio da Bolsa, sede da Associação Empresarial do Porto, serve agora para os mais diversos eventos culturais, sociais e políticos da cidade.2

O Salão Árabe detém o maior destaque de todas as salas do palácio e é neste que se realizam as homenagens a chefes-de-estado que visitam a cidade. Imperdível também o Castelo do Queijo, são todos monumentos de interesse público e obrigatório.
As Francesinhas no Convívio ou no Capa Negra (para todas as bolsas), são um hino à gastronomia portuense, e como por esta altura já deve ter o “estômago a dar horas”, renda-se e experimente ou repita um destes pratos tão característicos da cidade Invicta.
Não regresse sem antes visitar as Caves do famoso Vinho do Porto, o ex-líbris da cidade, que curiosamente estão todas ou quase todas situadas na ribeira de Gaia, todas elas lhe oferecem uma prova de vinhos do Porto, e uma pequena palestra sobre a história deste néctar dos deuses.

 

4
Termino com uma homenagem a um homem do Porto (apesar de nascido em Lisboa é tripeiro de corpo e alma) e não tendo a ousadia de descrever melhor a cidade que ele, deixo-vos aqui uma das suas músicas:

Quem vem e atravessa o rio
Junto à serra do Pilar
vê um velho casario
que se estende até ao mar…
Quem te vê ao vir da ponte
és cascata são-joanina
erigida sobre um monte
no meio da neblina.

Por ruelas e calçadas
da Ribeira até à Foz
por pedras sujas e gastas
e lampiões tristes e sós.

E esse teu ar grave e sério
num rosto de cantaria
que nos oculta o mistério
dessa luz bela e sombria

Ver-te assim abandonado
nesse timbre pardacento
nesse teu jeito fechado
de quem mói um sentimento

E é sempre a primeira vez
em cada regresso a casa
rever-te nessa altivez
de milhafre ferido na asa

Rui Veloso – letra Carlos Tê

1,369 total views, 3 views today

Tags
Close
Close