Turismo

O encanto das ilhas escocesas

Direitos Reservados

Em janeiro rumamos à Europa para conhgecer um país lendário, historico e culturalemente rico e recheado de paisagens edílicas. A Escócia é um dos países do Reino Unido e cobre o terço norte da ilha da Grã-Bretanha. Compartilha uma fronteira com a Inglaterra ao sul e outra, formada pelo Oceano Atlântico, com o Mar do Norte a leste e com o Canal do Norte e o Mar da Irlanda a sudeste. Além do continente, o país é composto por mais de 790 ilhas, incluindo as Ilhas do Norte e as Hébridas.

As razões para conhecer a Escócia são muitas. É um dos destinos perfeitos para quem gosta de ir de ilha em ilha. Saiba porque deve visitá-las no outono e inverno. Abrigam litorais dramáticos, praias brancas pitorescas, paisagens montanhosas escarpadas, charnecas cobertas de urze e lagos tranquilos no interior.
Agora imagine este cernário reforçado pelas cores avermelhadas e amarelos dourados durante o outono, ou montanhas “polvilhadas” com neve no inverno.

Direitos Reservados

Sabia que as ilhas do norte distante de Orkney e Shetlands são também os melhores lugares para ver a Aurora Boreal, ou Northern Lights, no Reino Unido?
Exibições notáveis de luz dançam no céu e, graças a longos períodos de escuridão e noites claras, os melhores momentos do ano para experimentar estes fenómenos são o outono e o inverno.

A região de Argyll & The Isles, na costa oeste da Escócia, acolhe 23 ilhas habitadas e, na Ilha de Islay, há oito destilarias de uísque para visitar, com uma nova aquisição, a Destilaria Ardnahoe.
Faça um passeio por uma destas destilarias para experimentar o sabor picante e fumado do uísque, pelo qual a ilha é famosa. A destilaria Laphroaig, por exemplo, oferece uma “Water to Whisky Experience”, um extenso passeio de 4,5 horas que inclui tudo, desde uma destilaria a uma visita à fonte de água das destilarias e, claro, a prova de uma seleção de barris antes de engarrafar o seu favorito.

O outono e o inverno são épocas fantásticas para assistir a festivais peculiares e aos principais eventos culturais.
A Scottish Opera, por exemplo, leva quatro cantores e um pianista até à Ilha de Lewis nos meses de outono e, provavelmente, um dos festivais mais incomuns é Up Helly Aa, em Shetland, que reflete a influência Viking da ilha.
Ao longo do mês de janeiro, este festival de fogo em larga escala celebra a história de Shetland. Um navio-dragão, que leva meses a ser construído, é incendiado, seguido de procissões e muita diversão.

A Escócia tem castelos em abundância – e os meses mais frios são ótimos para os explorar. Na Ilha de Skye, visite a magnífica propriedade das Terras Altas e o lar do Clã Donald no Castelo, Jardins e Museu Armadale, que anunciou que ficará aberto durante o outono e inverno de quarta a domingo até dezembro. A oportunidade perfeita para desfrutar dos belos jardins durante a mudança de estações.

E, na Ilha de Lewis, e se ficar num castelo é o seu estilo, depois de explorar o Castelo Lews da era vitoriana na principal cidade da ilha de Stornoway, que permanece aberto no outono e inverno à tarde, pode fazer o check-in num dos seus luxuosos apartamentos. O castelo também tem o seu próprio bar de uísque.

Direitos Reservados

O litoral de Orkney tem uma das mais belas praias e está repleto de falésias majestosas, incluindo a famosa estrutura natural imponente, Old Man of Hoy.
Mas também encontrará uma ilha muito espiritual, para celebrar o solstício de inverno. Junte-se a estas celebrações no monumento neolítico da ilha, as Standing Stones of Stenness. Explore a antiga maravilha Callanish Standing Stones na Ilha de Lewis, com 5.000 anos.

Uma das atrações obrigatórias na viagem a Orkney é Skara Brae, a vila de 5.000 anos que é considerada o sítio neolítico mais bem preservado da Europa Ocidental. Faz parte dos locais classificados como “Heart of Orkney Neolithic”.
Visite a antiga capital de Orkney, Kirkwall, onde pode explorar a Catedral Viking. Jura é um dos locais mais gloriosamente selvagens para visitar na Escócia, e é onde também poderá ver veados selvagens, que tem mais de 5 mil nesta ilha estreita e que é habitada por apenas 200 pessoas.

A ilha de Mull é um dos melhores locais na Escócia para conhecer águias-douradas e águias-de-cauda-branca, enquanto Islay é famosa pelas aves que migram no inverno.
Uma das formas de conhecer uma ilha é fazendo um safari. Na Ilha de Arran, o Mogabout Arran Safari oferece uma aventura florestal, explorando as áreas montanhosas e florestais da ilha num 4×4, levando-o a alguns pontos naturais espetaculares, antes de aprender a lidar com aves de rapina.

Visitar as ilhas fora da estação alta, significa melhor disponibilidade e custos mais baixos. E é uma ótima oportunidade para se misturar com os locais. E lembre-se, como dizem os escoceses “não existe tempo mau, apenas roupas erradas”.
Ficam estas sugestões e ideias. Aproveite o inverno e deixe-se encantar pela beleza das ilhas escocesas.

David Gonçalves

Este artigo teve o patrocínio do Portuguese Cultural Centre of Mississauga. A celebrar a lusofonia desde 1974


Este slideshow necessita de JavaScript.

12,877 total views, 81 views today

Tags

Ver também

Close
Back to top button
Close
Close