Turismo

Os tesouros de Marrocos

Em março rumámos a paragens mais quentes e que, até já foram alvo de um artigo de turismo na Revista Amar. Desta feita, levamo-lo a conhecer as jóias de Marrocos e que, geralmente não são mencionadas ou promovidas pelos agentes turísticos.

IsThisTheRealTrip

 

Com traços de culturas Bérbere, Árabe, Africana e Europeia, Marrocos é um país de sensações. O exotismo, a par da sua proximidade de Portugal – fica a meras 14h de carro, ou 1h30 de avião – torna-o num destino apetecível para inúmeros portugueses e, porque não, para os luso-canadianos que gostam de destinos diferentes.
A Capital Rabat, Casablanca e Marraquexe, com seus mercados exóticos, águas de rosas e asáfama diária carregada de cores de terra e mel, são uma visita obrigatória quando visita o país, mas fora dos guias turísticos tradicionais, xistem muitos são os tesouros escondidos que ficam por explorar. Nesta edição destacamos alguns deles.

Ruas de Fez DR
Marraquexe

Vaguear pela cidade de Fez

É tida como a mais antiga das cidades imperiais de Marrocos e a mais bem preservada do mundo. Livre de carros, esta cidade vibrante tem inúmeras passagens, escadarias e pátios que levam a movimentadas ruas, marcadas pelo comércio de especiarias e artesanato locais. À noite, a praça ao lado da emblemática Bab Boujeloud é o local ideal para jantar e beber o típico chá de hortelã, um noss moss (café com leite) ou um qahwa hahla (café preto).

Conhecer as paisagens panorâmicas do Alto Atlas

Mais a sul, encontram-se as Montanhas do Médio e Alto Atlas. Toda a sua travessia é marcada por deslumbrantes vistas panorâmicas. Localizada no Alto Atlas, encontra-se a típica aldeia bérbere de Agoudal. Aqui pode conhecer-se um pouco melhor o estilo de vida único do povo das montanhas, que vive principalmente da agricultura e pecuária.

Acampar nas dunas do deserto Saara

Erg Chebbi é um dos dois grandes ergues (conjunto de dunas de areia) do Deserto Saara, em Marrocos. Constituído por areia e rocha, ergue-se no deserto atingindo uma altura de 150 metros. Este, é um dos locais mais apreciados para passear de camelo e ver um magnífico pôr-do-sol. Á noite, torna-se um bom local para acampar e dormir sob um céu estrelado.

Explorar a cidade Aït Ben Haddou

Localizada na margem esquerda do Wadi Mellah, num vale deslumbrante entre o Saara e Marrakech, esta cidade fortificada destaca-se pelos seus edifícios pitorescos construídos em argila. É constituída por um grupo de pequenas fortalezas, ou casbás como são conhecidos (kasbahs), que chegam até aos 10m de altura, conservadas até aos dias de hoje. Para além de uma exploração pelas ruas, pode-se aqui conhecer cenários de filmes emblemáticos como o Gladiador ou Game of Thrones e ter contacto com as 10 famílias que ainda habitam Aït Ben Haddou.

Subir ao pico mais alto do norte de África – O Monte Toubkal

A subida do Mount Toubkal é o verdadeiro desafio para os amantes de trekking. Como uma altitude de 4167 metros, as paisagens que se apresentam ao longo do percurso de dificuldade elevada, fazem a viagem valer a pena, sendo o cenário de cortar a respiração. Chegar ao topo demora dois dias, um até ao refúgio de montanha (cerca de cinco horas a pé) e outro até ao cume (cerca de três horas).

Ficam estes conselhos. prometemos regressar a Marrocos em breve e trazer-lhe mais tesouros escondidos deste país onde abunda o exotismo, cor e paisagens de cortar a respiração.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Sapo, Idalo, Activa

7,079 total views, 27 views today

Redes Sociais - Comentários

Tags
Back to top button
Close
Close