Lenine Cunha e os Europeus de Pista Coberta - Revista Amar
Desporto

Lenine Cunha e os Europeus de Pista Coberta

“O objetivo para esta competição é mesmo chegar às 200 medalhas internacionais, foi para isso que treinei nos últimos meses. É um sonho que persigo há um ano. Estou confiante e, como sempre, irei dar o meu melhor e trazer esta alegria para Portugal” Lenine Cunha

O atleta paralímpico Lenine Cunha conquistou no dia 10 de março mais uma medalha nos Europeus de pista coberta da Federação Internacional para Atletas com Deficiência Intelectual (INAS), na Turquia, desta feita uma medalha de prata na disciplina de salto em altura. Lenine conclui assim a prova com seis medalhas ganhas e o impressionante número de 203 em toda a sua carreira, reforçando o título de “o atleta mais medalhado no mundo”.

Imagem gentilmente cedida por Lenine Cunha

Depois de no dia 8 de março ter ganho duas medalhas de prata (triplo salto e pentatlo), no dia 9 ultrapassou o número redondo (200) com uma de bronze nos 60 metros barreiras, mais uma de bronze no salto em comprimento e uma de prata na estafeta 4x200m. E no dia 10 foi prata no salto em altura.

Nos Europeus de pista coberta da Federação Internacional para Atletas com Deficiência Intelectual (INAS), Portugal conquistou um total de 19 medalhas e sagrou-se campeão da Europa por equipas.

A Revista Amar felicita toda a equipa de Portugal.

DR

Sonho realizado

Lenine só pensava em alcançar um objetivo há muito desejado, chegar às 200 medalhas. “O objetivo para esta competição é mesmo chegar às 200 medalhas internacionais, foi para isso que treinei nos últimos meses. É um sonho que persigo há um ano. Estou confiante e, como sempre, irei dar o meu melhor e trazer esta alegria para Portugal” disse Lenine antes de embarcar para a Turquia. Com as 6 subidas ao pódio cumpre-se o desejo do atleta.
As 203 medalhas foram ganhas ao longo dos últimos anos em diversas provas nacionais e internacionais. Mas há algumas que, pela importância das competições, se destacam como é o caso da medalha de bronze nos Jogos Paralímpicos de Londres, em 2012 (salto em comprimento), medalha de ouro, prata e bronze nos Campeonatos Mundiais de Atletismo Paralímpicos e mais três (duas de bronzes e uma de prata) nos Campeonatos Europeus de Atletismo Paralímpico.

210 total views, 9 views today

Tags
Back to top button
Close
Close