Psicologia

A sua decisão muda o mundo

Já reparou que a palavra portuguesa “presente” pode ter vários significados. Vários derivados. Pode ser um presente de alguém, pode ser o viver no presente. Do “presente” também deriva a presença de alguém. Conjugam-se os verbos presentar, presentear, presenciar.

DR

Sabemos que o presente é diferente do ontem e nunca o mesmo que o amanhã. O mais curioso é que o cérebro não distingue entre o presente vivido ou o imaginário real. O cérebro apenas distingue as áreas que nele são ativadas e age de acordo.

Podemos trazer para o presente, sensações boas vivenciadas no passado e que nos fizeram sentir bem. Podemos replicá-las. Utiliza-las e substitui-las por outras menos boas. Torná-las presentes e ativas, ancorando-as. É possível também, transformar o nosso presente, resinificando emoções do passado.

A plasticidade do nosso cérebro permite-nos “religar” zonas do cérebro outrora conectadas ou fazer novas ligações.
Permitimo-nos viver num presente envenenado, quando nos deixamos contaminar por emoções, crenças limitadoras e inúteis do passado. Sendo que, na maior parte das vezes nem sabemos como e quando se instalaram. Gerem os nossos sistemas a um nível mais profundo. Têm raízes no nosso inconsciente tão protetor e poderoso.

Efetivamente vivemos sempre no presente, e a forma como investimos neste presente vai originar um melhor presente próximo.

Quando nos permitimos viver no presente experienciamos e alimentamos o poder do agora.

No emagrecimento é fundamental viver num agora limpo de culpas, de vergonha, de falha e inutilidade, de crenças disfuncionais, da descrença, da insegurança, de toda uma constelação de eventos que se posicionou quando este padrão problema brotou.

Eckhart Tolle, o famoso autor do livro “o poder do agora” mostra-nos que é neste agora que vemos pessoas a falar sozinhas na rua. Por isso, pensamos que são um pouco loucas, mas na verdade todos nós fazemos isso o tempo todo. Todos temos na nossa mente essa voz narradora do que vai acontecendo. Uma voz, por vezes, excessivamente crítica. Por isso mesmo incapacitante. Que vem colada a um passado ou projeta preocupações sobre o futuro. E como resultado, a vida deixa de acontecer no único local que é sempre real. De acordo com Eckhart Tolle, é o Agora. Assim, perdemos a oportunidade de ser cocriadores da nossa realidade.

É neste agora que podemos transformar os nossos pensamentos, e diálogos internos numa fonte de soluções construtivas. E dessa forma, sermos agentes da nossa mudança.

O processo de emagrecimento “obriga-nos” à criação de novos hábitos, à definição de objetivos de vida, ao “empreendedorismo” emocional e pessoal, à visualização criativa e projeção de uma nova identidade.

Todas estas técnicas de auto-hipnose são cada vez mais desenvolvidas e mais utilizadas porque você decidiu emagrecer.
O emagrecimento é um terreno potenciador do desenvolvimento da hipnose clínica integrativa. Assim sendo, gera maior acessibilidade e ajuda cada vez mais pessoas ao nível da saúde e do bem-estar.
Acima de tudo o processo de emagrecimento facilitado pela psicologia e hipnoterapia permite empoderar pessoas e potenciar os seus recursos internos que outrora permanecerem, aparentemente adormecidos.

Por incrível que pareça, o facto de queremos mudar algo que nos faz mal ao corpo e à mente, potencia desenvolvimento científico e criação e validação de ferramentas que nos permitem estar mais vivos e felizes no presente.

Isabel Rebelo

Psicóloga e Hipnoterapeuta

Visite www.isabelrebelo.pt para mais informações sobre psicologia, hipnoterapia e life coaching

3,513 total views, 57 views today

Tags
Back to top button
Close
Close