Saúde Alternativa

Insónia: Os efeitos da acupuntura no seu tratamento

Dormir não se limita à necessidade de descanso mental e físico. Durante o sono, ocorrem diversos processos metabólicos cujas alterações podem afetar o equilíbrio de todo o organismo. Estudos comprovam que, quem dorme menos do que o necessário tem menos vigor físico, envelhece mais precocemente e está mais propenso a infeções, à obesidade, a hipertensão e à diabetes.

As principais características da insónia são: a dificuldade para iniciar ou manter o sono e a sensação de não ter tido um sono reparador durante um período superior a 1 mês. Nos casos mais graves, a pessoa não dorme a noite inteira. Quando a insónia ocorre por mais de 6 meses, é considerada crónica.
Na insónia crónica de longa duração, observam-se mais sintomas cognitivos e alteração do humor, irritabilidade, redução do desempenho académico e profissional, redução da concentração e da memória. Para além da insónia e a fadiga aumentarem, também e consequentemente aumentam o risco de acidentes de trabalho, domésticos e de trânsito.

O que pode causar a insónia?

São vários os fatores que podem influenciar de forma negativa o sono:

  • Fatores emocionais – Quando mantidos por certo período do tempo, a raiva, o stress, a ansiedade, a preocupação, a frustração e o ressentimento, podem levar à insónia. Segundo a MTC, estes sentimentos afetam a mente e o espírito, deixando a pessoa agitada.
  • Alimentação inadequada – Fazer uma alimentação irregular, jantar tarde, abusar de alimentos gordurosos e/ou de natureza quente, pode resultar em insónia. Estes hábitos sobrecarregam a energia do estômago, a qual flui na direção errada, perturbando a mente.

Hábitos de vida – Podem contribuir negativamente para a qualidade do sono:

  • Variar os horários de deitar e de levantar;
  • Envolver-se em atividades excitantes ou emocionalmente perturbadoras, ou atividades que exijam alto nível de concentração, próximo da hora de dormir;
  • Ingerir álcool, cafeína ou fumar antes de deitar;
  • Permanecer por longos períodos na cama, de forma habitual, a ler, estudar, comer, ver televisão, etc.;
  • Quartos demasiado iluminados, abafados, quentes, frios ou que, de alguma forma, não convidam ao sono.

Sugestões para melhorar a qualidade do sono

Tendo consciência dos fatores que influenciam negativamente o sono, é por eles que deve começar:

  • Pratique regularmente um desporto ou uma atividade que lhe “faça bem à alma”;
  • Alimente-se com regularidade, fazendo pelo menos 3 refeições por dia, se possível intervalando com pequenos lanches. Evite alimentos gordurosos, pesados ou de natureza quente. À noite, faça refeições leves, no máximo 3 horas antes de se deitar. Mas não durma com fome. A alface, as endívias, a hortelã e o maracujá, de efeito calmante são indicados para a última refeição do dia.
  • Certos chás têm efeito calmante, especialmente se adicionar mel: Alface, camomila, erva-doce, hortelã.
  • Acupressão – É uma alternativa para a acupuntura. Trata-se de uma técnica de automassagem ou auto-manipulação de certos pontos de acupuntura com o objetivo de aliviar sintomas. Antes de começar, deve adotar uma posição confortável assegurando-se de que está a respirar de forma tranquila e regular. Os pontos devem ser pressionados com um dedo, de preferência o médio, por ser mais longo e forte. Posicione o dedo sobre o ponto num ângulo de 90º à superfície da pele. Aumente lentamente a pressão de modo a gerar uma sensação de “dor agradável”. A pressão forte e contínua deve demorar pelo menos 3 minutos. Para finalizar, reduza lentamente a pressão e permaneça com o dedo apoiado sobre a pele, aproximadamente 20 segundos. Se durante o tratamento a dor aumentar, deve reduzir a intensidade da pressão até ao nível da sensação de “dor agradável”. As sessões de acupressão devem ser diárias, preferencialmente antes de dormir. A estimulação dos pontos deve ser realizada dos ambos os lados do corpo.

Eis dois pontos indicados para o tratamento da insónia:

6MC “Barreira Interna” – Para localizar o ponto, vire a palma da mão de modo a que a consiga ver. O ponto encontra-se no meio da face palmar do antebraço, entre os dois tendões que “saltam” ao flexionar o pulso, numa distância de 3 dedos médios a partir da prega do punho. Este ponto tem uma ação calmante sobre a mente e pode ser utilizado nos casos de ansiedade e irritabilidade, além de promover o sono.

7C “Porta do Espírito” – Este ponto está igualmente localizado na face palmar do antebraço. Diretamente sobre a prega de flexão do punho, no prolongamento do dedo mínimo, um pouco para dentro do primeiro tendão que pode ser palpado ao fletir o punho com maior intensidade do lado do dedo mínimo. Este ponto é indicado para acalmar a mente, tratar a ansiedade e a insónia e amenizar preocupações sob situações de stress.
Na Medicina Tradicional Chinesa, as doenças são interpretadas como sendo causadas por fatores externos e internos. Estes fatores impedem o funcionamento adequado dos órgãos e vísceras (Zang fu) e a circulação do Qi e do Sangue pelo corpo. Segundo as teorias da MTC, o Coração é responsável e governante da mente, pelo que é o órgão mais envolvido nos casos dos pacientes portadores de insónia e o que deve ser tratado direta ou indiretamente. Assim, pontos que estimulam a mente devem sempre ser considerados nestes pacientes. A acupuntura e as suas variantes (acupuntura auricular e craniana, por exemplo), têm sido empregues com frequência para o tratamento da insónia. Diversos estudos recentes sugerem que a acupuntura pode controlar o sistema nervoso autónomo.
Para o devido tratamento de qualquer distúrbio através da acupuntura, e no caso concreto da insónia, devemos sempre ter presente que a correta diferenciação de síndromes é fundamental para uma boa prática e obtenção dos resultados desejados.
A etiologia dos diferentes síndromes mostra-nos uma grande relação da insónia com os respetivos órgãos: Coração, Rim, Baço e Fígado.

Deste modo, podemos estar perante os seguintes padrões:

  • Deficiência do coração e do baço;
  • Hiperatividade do Fogo devido a deficiência do Yin;
  • Ascensão do Fogo excessivo do fígado;
  • Desordem do Qi do estômago;
  • Deficiência do coração e da vesícula biliar;
  • Fogo exuberante do coração.

O seu especialista de Medicina Tradicional Chinesa, saberá ajudá-lo na identificação destes padrões, de modo a que…. Sorria com saúde!

Helena Rodrigues

Especialista de Oncologia em Medicina Chinesa

228 total views, 3 views today

Redes Sociais - Comentários

Tags
Back to top button
Close
Close