Máscaras: Acessório medonho ou criativo?
Beleza & Moda

Máscaras: Acessório medonho ou criativo?

Máscaras: Acessório medonho ou criativo?
Máscaras: Acessório medonho ou criativo? DR

 

Confesso que é um acessório que nunca aceitarei como moda, mas como necessidade sanitária. Citando o Dr. Anthony Fauci, o famoso imunologista americano – “Eu uso máscara para te proteger, tu usas máscara para me proteger; todos estamos protegidos se todos o fizerem”. E nesta pandemia, é só isso que interessa; mantermo-nos sãos e unidos nisto.

Ultimamente, as figuras relevantes da pintura; como Van Gohn; “Monalisa” de Leonardo Da Vinci, Freda Khalo, “Rapariga com Brinco de Pérola”, de Johannes Vermeer estão a ser caracterizadas com máscaras, não por desrespeito, mas para passar a palavra de uma forma divertida e eficaz.

Caracterização de figuras relevantes da pintura
Caracterização de figuras relevantes da pintura DR

 

À medida que as lojas abrem e a vida teima em voltar à normalidade, apesar do Covid-19 continuar a ser uma ameaça; como era expectável, não há novidades. Tentam escoar agora os produtos que já deviam ter vendido há dois meses atrás e há objetos novos que entretanto vamos introduzindo nos nossos rituais, que nada preparava as lojas nem as nossas mentalidades para tais novidades; como por exemplo, as máscaras. Creio que em breve, o grosso das marcas e das lojas, começarão a comercializar em peso as máscaras reutilizáveis e laváveis. A Chanel, a Hermès, o Jean Paul Gautier e a Louis Vuitton já o fazem.

Os tempos são pesados e difícies para a maioria. Pessoalmente, sou de opinião que não é tempo de baixar a guarda nem os cuidados, mas tomar isto como um desafio às nossas capacidades criativas para elevarmos a nossa própria moral, bem como a dos que nos rodeiam e pôr-lhes um sorriso na cara.

Já que temos a obrigação de usar máscara nos espaços fechados, durante as compras e nos locais em que não for possível manter o distanciamento necessário, então que tornemos as ocasiões algo divertidas!

Máscaras criativas
Máscaras criativas DR

 

Há gostos para tudo! Há pessoas que receiam que com a máscara, possam perder o estilo com que se identificam uma vida inteira. Temos de admitir que a máscara é um acessório aterrador! Estas, de Michelle Vella, artista natural de Toronto, são verdadeiras obras de arte, literalmente – já que são cópias dos seus quadros originais. Neste caso, Karl Lagarfeld e Jacqueline Onassis, por si só, já conferem um toque de requinte à indumetária. É uma belissíma sugestão para os preocupados com o impacto da máscara na imagem.

Máscaras desenhadas por Michelle Vella de Jacqueline Onassis e Karl Lagarfeld
Máscaras desenhadas por Michelle Vella de Jacqueline Onassis e Karl Lagarfeld DR

 

Há quem seja amante da arte e isso exprime muito a personalidade de quem escolhe uma máscara com a cópia de uma obra-prima da renascença ou do movimento pop art. Faça a sua escolha sem grandes preocupações em conjugar a máscara de cariz artístico; pois esta acrescenta em estilo.

Máscara com a cópia de uma obra-prima da renascença ou do movimento pop art
Máscara com a cópia de uma obra-prima da renascença ou do movimento pop art DR

 

Finalmente, as máscaras que provocam reações nos outros, seja pela criatividade, pelo inesperado, pela gargalhada, são muito interessantes. Dizem muito de nós aos outros. Revelam os gostos pessoais de quem as usa, os seus interesses e aspirações. Podem ser humuristícas, como esta máscara de lábios bem preenchidos de batom; já que por agora não adianta pintar os lábios… mas podemos pintá-los a tinta para tecido, bem sensuais, como se fossem os nossos. É uma forma de mantermos a nossa identidade, enquanto o Covid-19 andar por aí à solta.

A ideia de passar mensagens, à semelhança do que se faz com as t-shirts, resulta em cheio nas máscaras.

Máscaras que provocam reações ou com mensagens
Máscaras que provocam reações ou com mensagens DR

 

Há ainda as máscaras que nos lembram cenários de verão ou locais que nos são especiais; como esta com a fotografia das Azenhas do Mar, Sintra. Numa altura em que não é possível pensar fazer férias nos sítios que nos fazem felizes, sempre os podemos exibir aos olhos dos outros que andam tão desanimados como nós!

Máscaras que nos lembram cenários de Verão
Máscaras que nos lembram cenários de Verão DR

 

Concluíndo, há uma gigantesca possibilidade de escolhas de máscaras divertidas, elegantes e até originais – como estas, em padrão nacional, em chita de Alcobaça, que saem das mãos da artesã portuguesa de Toronto, Catarina Sábio e que tão justamente, honram a nossa tradição!

Máscaras em padrão nacional, em chita de Alcobaça, que saem das mãos da artesã portuguesa de Toronto, Catarina Sábio
Máscaras em padrão nacional, em chita de Alcobaça, que saem das mãos da artesã portuguesa de Toronto, Catarina Sábio DR

 

Use pela saúde de todos e já que tem de o fazer, aproveite para se distinguir do resto da multidão sem rosto – seja criativo!

Maria João Rafael

 1,818 total views,  48 views today

Redes Sociais - Comentários

Tags
Ver também
Close
Back to top button

Close
Close