Fitoterapia: alcaçuz
Saúde Alternativa

Fitoterapia: alcaçuz

O alcaçuz, Glycyrrhiza glabra, pertence à família Leguminosae, sendo assim considerado um legume.
A parte mais utilizada do alcaçuz é a raiz. Este alimento ajuda a diminuir a tosse, por possuir uma ação expectorante. Além disso, a raiz de alcaçuz possui flavonóides que se destacam pelas ações antioxidante e anti-inflamatória. A planta também protege o fígado e por isso é boa para quem tem hepatite. O estômago também é beneficiado pelo consumo deste alimento. A raiz de alcaçuz é boa para quem está com dor na garganta, pois conta com uma substância que tem efeito sedativo.

Nutrientes da raíz de alcaçuz

A raiz de alcaçuz possui saponósitos triterpenóides (glicirrizina). Esta substância atua no sistema respiratório diminuindo o efeito da tosse, dado que tem ação expectorante. Os saponósitos têm também ação anti-inflamatória e ajudam na formação de complexos insolúveis entre a saponina e o colesterol, o que irá ajudar a reduzir o colesterol do sangue. O alcaçuz possui ainda flavonóides, nutriente que se destaca pela forte atividade antioxidante e anti-inflamatória e que pode até prevenir o aparecimento do cancro. O alimento também possui polissacarídeos, que irão proporcionar energia.

Os fitoesterois também estão presentes na raiz de alcaçuz e diversos estudos têm indicado a importância destas substâncias, no sentido de se diminuírem as taxas de colesterol no organismo.

Revista Amar - Saúde Alternativa - medicina chinesa - fitoterapia -alcaçuz2
Créditos: Direitos Reservados

 

Benefícios comprovados da raiz de alcaçuz

  • Protege o fígado: Estudos apontam para o facto de que as propriedades anti-inflamatórias da raiz de alcaçuz, como os saponósitos, ajudam o fígado a combater tóxinas produzidas pela difteria e pelo tétano, entre outras doenças. Por isso, o consumo do alimento é orientado para pessoas com hepatite.
  • Protege o estômago: A raiz de alcaçuz é uma boa alternativa para quem sofre com úlceras. Isto porque ao ser ingerido, o alimento irá revestir o estômago com um tipo de gel protetor, evitando lesões. Além disso, a raiz de alcaçuz irá diminuir a acidez estomacal e assim vai atenuar azia, gases e cólicas.
  • Boa para a dor de garganta: A raiz de alcaçuz é boa para quem tem irritações na garganta, pois conta com glicirrizina que atua na mucosa da traqueia produzindo efeito sedativo. Além disso, essa mesma substância tem ação anti-inflamatória, o que favorece em casos de inflamação na região.
  • Boa para o pulmão: Este alimento possui ação expectorante graças aos saponósitos triterpenóides. Então, a raiz de alcaçuz ajuda a soltar o muco e ainda relaxa os espasmos bronquiais.
  • Melhora o trânsito intestinal: Este benefício ocorre porque, a raiz de alcaçuz possui o efeito colagogo, que é o aumento da secreção da bílis no fígado, o que irá contribuir para uma melhoria no trânsito intestinal.
    Ação antioxidante: A raiz de alcaçuz age combatendo os radicais livres e desta maneira previne uma série de doenças, entre elas o cancro. As substâncias que se destacam pela ação antioxidante são os flavonóides.
  • Diminui o colesterol: A raiz de alcaçuz possui saponósitos que têm ação anti-inflamatória e ajudam na formação de complexos insolúveis entre saponina e colesterol, o que irá ajudar a reduzir o colesterol do sangue. Além disso, o alimento possui fitoesterois e diversos estudos têm indicado a importância destas substâncias para quem quer controlar as taxas de colesterol no organismo
Revista Amar - Saúde Alternativa - medicina chinesa - fitoterapia -alcaçuz
Créditos: Direitos Reservados

 

Quantidade recomendada de raiz de alcaçuz

A orientação é consumir entre 1 e 3 gr. do extrato seco ou 1 a 10 gr. do pó ou 2 a 9 gr de raiz em decocção, fervida com a água.

Como consumir a raiz de alcaçuz

A melhor maneira de consumir a raiz de alcaçuz é em chá. Uma boa maneira de preparar o chá é misturar duas colheres de sopa de raízes de alcaçuz para um litro e meio de água. Ferva essa água, desligue e acrescente a erva. Depois, tape por dez minutos, coe e beba. O alimento também pode ser ingerido como extrato seco encapsulado ou em pó que pode ser adicionado em sumos. Os suplementos de alcaçuz possuem os mesmos benefícios da planta, porém só podem ser consumidos após a orientação de um profissional da área da saúde.
O doce feito com raiz de alcaçuz real e anis pode ser uma alternativa para aliviar os sintomas de gripes e constipações.

Combinações da raiz de alcaçuz

  • Raiz de alcaçuz + mel: potencia os efeitos benéficos do alcaçuz no sistema respiratório. Pesquisas mostraram que bactérias causadoras de algumas doenças são sensíveis à ação antibacteriana do mel. Entre esses micro-organismos estão a Haemophilus influenzae, responsável por infecções respiratórias e sinusites, e a Mycobacterium tuberculosis, que leva à Tuberculose. A combinação também pode ser utilizada em casos de dor de garganta. Isto porque a raiz de alcaçuz tem um efeito sedativo na região, enquanto o mel possui ação antimicrobiótica, capaz de impedir o crescimento ou destruir micro-organismos e assim aliviar a dor de garganta temporariamente. O mel pode ser adicionado no chá de raiz de alcaçuz.
  • Raiz de alcaçuz + gengibre: Estes dois alimentos juntos são ótimos para a digestão. Enquanto a raiz de alcaçuz protege o estômago e melhora o trânsito intestinal, o gengibre irá melhorar o desempenho do sistema digestivo.

Contra-Indicações

A raiz de alcaçuz não é indicada para pessoas com problemas cardiovasculares, problemas renais, grávidas e hipertensos. Isto porque o consumo de altas doses do alimento podem causar o aumento da pressão sanguínea.

Riscos do consumo em excesso de raiz de alcaçuz

O consumo de altas quantidades de alcaçuz pode fazer com que a pessoa retenha sódio e elimine o potássio. Isto irá levar à retenção de líquidos, aumento da pressão sanguínea e dores de cabeça.

Cuide de si, para que possa… …Sorrir com saúde!

Helena Rodrigues

Especialista de Oncologia em Medicina Chinesa

saiba mais em helenmed.pt

Redes Sociais - Comentários

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo