Acupuntura e a Artrite Reumatoide
Saúde & Bem-Estar

Acupuntura e a Artrite Reumatoide

O que é a Artrite Reumatoide (AR)?

A artrite é uma doença crónica que afeta principalmente as articulações, mas na realidade é uma doença sistémica, isto é, pode afetar outros órgãos, nomeadamente o coração, os pulmões, os olhos, e a pele, sendo classificada como uma doença autoimune.

Quais as causas?

Para a Medicina Ocidental a causa exata da Artrite Reumatoide é desconhecida. É considerada uma doença na qual participam múltiplos fatores de ordem diversa mas para os quais a medicina ocidental não tem ainda explicação. Por esse motivo, atualmente não existe um medicamento que cure esta doença. Em condições normais, todos os seres humanos possuem um sistema imunitário (anticorpos) que funciona para nos proteger de tudo o que for estranho ou alheio ao nosso corpo, como por exemplo os vírus, as bactérias e os fungos que provocam doenças e infeções, esta proteção dá-se por meio da criação de anticorpos. No caso da AR, os anticorpos comportam-se de forma anormal e atacam as articulações e por vezes outras partes do corpo, aparecendo assim o termo “autoimunidade”, designando uma resposta imunitária criada contra os próprios tecidos.

Como é que a Medicina Chinesa vê a Artrite Reumatoide?

Artrite Reumatoide é uma das doenças ocidentais que para a Medicina Tradicional Chinesa se encontram no que esta designa de síndroma de obstrução dolorosa, conhecida também como Síndrome Bi.
A Síndrome Bi é caracterizada por dor músculo-articular causada por invasão de fatores patogénicos externos, ou seja, por invasão de frio, humidade, calor ou vento. Estes fatores, quando dentro do corpo, impedem a energia e o sangue de circular, ficando assim os músculos mal nutridos e impossibilitados de se contrair e de mover os ossos, o que gera dor.
Quando os fatores patogénicos não são expulsos do corpo, podem agravar a doença, gerando a Síndrome Bi do tipo óssea, onde as consequências vão além do sistema músculo-esquelético, afetando também os órgãos internos.
É necessário lembrar, que para que haja a invasão de fatores patogénicos no corpo, a imunidade do paciente precisa estar baixa. Invasões de repetição de fatores patogénicos externos podem levar o paciente à condição de doente crónico.

Acupuntura e a Artrite Reumatoide, Revista Amar

Existem 5 tipos de Síndrome Bi:

1) Síndrome Bi de Vento: é caracterizada por sensibilidade e dor nos músculos e limitação do movimento que ora afeta uma articulação, ora afeta outra. É conhecida como “a dor que se move de uma articulação para a outra”. O vento é o causador mais habitual da síndrome Bi. Um exemplo clássico seria o torcicolo gerado numa pessoa que passou a noite com o ar condicionado virado para o próprio corpo.

2) Síndrome Bi de Humidade: é caracterizada por dor, sensibilidade e inchaço dos músculos e articulações, com sensação de peso e formigueiro dos membros. A dor afeta articulações específicas do corpo e acontece principalmente por exposição excessiva ao clima húmido.

3) Síndrome Bi de Frio: é caracterizada por dor severa de uma determinada articulação ou músculo, com limitação do movimento e geralmente afeta somente um dos lados do corpo. É o fator patogénico mais comum na artrite, visto que os sintomas da doença pioram no inverno e em baixas temperaturas.

4) Síndrome Bi de Calor: é proveniente de qualquer um dos 3 tipos anteriores. Neste caso, como o fator patogénico não foi expulso, a reação do organismo é gerar uma inflamação. A esta inflamação, damos o nome de “Calor”. Ocorre uma deficiência da energia Yin do corpo, ressecando os fluídos, deixando os músculos e juntas ainda mais rígidos. Neste estágio existe dor, calor, vermelhidão e inchaço das articulações, limitação de movimento e dor severa. Na fase aguda, o paciente pode vir a ter febre e excesso de sede.

5) Síndrome Bi Óssea: é considerada uma doença crónica. Pode desenvolver-se a partir de qualquer um dos 4 tipos anteriores. A obstrução persistente dos fatores patogénicos gera mucosidade intensa, afetando não somente os músculos e articulações, mas também os órgãos internos.
É o tipo em que ocorre obstrução severa da circulação de Energia e Sangue, o que afeta, a longo prazo, o Fígado e o Rim.

Mas a pergunta principal é: Em qual dos tipos de Síndrome Bi está envolvida a Artrite Reumatoide?

Na realidade, quando um indivíduo é diagnosticado com Artrite Reumatoide, de fato ele já está na fase de Síndrome Bi de Calor, onde a persistência dos fatores patogénicos gerou uma inflamação generalizada dos músculos e articulações podendo mesmo estar na fase de Síndrome Bi Óssea, onde o Rim, principal responsável pelos ossos na medicina chinesa, também já se encontra afetado. Nesta fase é até comum que se encontrem deformidades ósseas.

E por que razão a artrite Reumatoide piora com o frio e melhora com o calor e com a movimentação?

Tanto na Síndrome Bi de Calor quanto na Síndrome Bi Óssea, o principal problema está no fato de a energia e o sangue encontrarem dificuldades de circular e nutrir os músculos e ossos. Quando o clima está frio, existe um “congelamento” adicional da circulação, e o que antes era mau, fica ainda pior. Quando o doente se movimenta, ou se aquece, os vasos dilatam, permitindo uma melhoria da nutrição dos ossos e dos músculos, assim como a movimentação e a diminuição da dor.

Tendo em conta o até agora exposto, existe tratamento para a Artrite Reumatoide dentro da visão Chinesa?

Sim. O importante é identificar dentro dos padrões já mencionados, qual o fator patogénico que se encontra mais presente no indivíduo que sofre de Artrite. O tratamento mais eficaz, será aquele em que se utilizam pontos para remover o fator patogénico externo.

Quando o indivíduo se encontra nas fases de Síndrome Bi de Calor ou Óssea, além de remover os fatores patogénicos, é necessário fortalecer os Rins e o Fígado.

Qual a eficácia da Medicina Chinesa?

A eficácia da medicina tradicional chinesa tem sido reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) há muitos anos. A OMS declarou que a acupunctura é eficaz no tratamento da artrite e, ao contrário do tratamento com corticoides, não causa efeitos colaterais. Vários estudos apresentam conclusões que apontam para uma melhoria significativa dos pacientes com (AR) após o tratamento pela Medicina Tradicional Chinesa, e a eficácia desta medicina noutros tipos de artrite que não a reumatoide encontra-se já cabalmente demonstrada. A complexidade e a escassez de estudos sobre esta patologia não permitem estabelecer uma conclusão que a ciência aceite como válida para a eficácia do tratamento da (AR), mas o número de pacientes que todos os dias recorrem à MTC para tratarem a (AR) e os resultados obtidos falam por si.

Pode combinar-se a Medicina Ocidental e a Medicina Chinesa no tratamento da Artrite?

Claro que sim. Em muitos casos, essa combinação é a melhor e mais rápida maneira de tratar a Artrite Reumatoide. A Medicina Tradicional Chinesa, incluindo a acupunctura, pode ser usada para diminuir ou eliminar os efeitos colaterais dos anti-inflamatórios e corticosteroides ocidentais ao mesmo tempo que vai tentando combater a raiz da doença.

Em Resumo

– A Artrite Reumatoide é uma doença crónica conhecida como Síndrome Bi na Medicina Tradicional Chinesa. A grande maioria dos casos pertence a classe crónica, ou seja, Síndrome Bi de Calor ou Síndrome Bi óssea.
– Por ser uma doença da influência climática, pessoas que moram em ambientes muito frios ou húmidos estão mais sujeitas a ter artrite reumatoide.
– O tratamento consiste em remover o fator patogénico que causa a doença, através dos pontos de acupunctura que retiram do corpo o frio, a humidade, o calor e o vento além de tratar pontos locais e distais de dor.
– Caso a doença esteja evoluída, devem proteger-se os órgãos rim e fígado, usando pontos que tonifiquem a energia, o sangue, a medula ou os próprios pontos de tonificação destes órgãos.

Para a Medicina Chinesa a Artrite Reumatoide pode não possuir cura, mas sem dúvida é possível manter um paciente sem os sintomas da doença por longos e longos meses.

Se é um paciente com estas características, procure já um profissional credenciado, e… Sorria com saúde!

Helena Rodrigues

Especialista de Oncologia em Medicina Chinesa

Redes Sociais - Comentários

Botão Voltar ao Topo